quarta-feira, 18 de novembro de 2009

"Àquela pessoa"


Meu título vem acompanhado de aspas não porquê alguém disse isso. Mas pra que todos entendam que estou me referindo “àquela pessoa” em especial e não aquela…
Quando estamos solteiras nos apaixonamos fácil. Basta darem uma atenção a mais…um carinho especial..e já estamos apaixonadas querendo relacionamento sério. Enquanto eles em contrapartida, são donos de corações vagabundos, mas quando se apaixonam é pra valer. Só querem “àquela pessoa”. Outra, não serve.
Desde muito nova eu observo o comportamento dos meninos e sempre tentei imitá-los. Me lembro que quando era adolescente, enquanto eu e minhas amigas estávamos preocupadas com nossos paqueras nas festinhas, eles, estavam se divertindo entre eles, mesmo quando não tinha mulher no meio. Já nós, meninas, nos arrumávamos pra eles, procurávamos por eles e a festa só seria completa se encontrássemos com “àquele gatinho” especial. E percebendo o quanto eles se divertiam mais que a gente, comecei a imita-los. E comecei a me desapegar desse negócio de namoro. Aprendi a curtir com minhas amigas sem pensar “neles”. E me tornei uma “mulher bem resolvida” porque aprendi a ser feliz sozinha. E só depois disso, aprendi a amar de verdade.
Mulher é romântica por natureza e acho que poucas são as mulheres que vivem sozinhas sem vontade de ter um homem pra cuidar dela. Mulher gosta de ser paparicada, adorada e amada. Afinal, quem não gosta? Mas nessa busca desesperada pelo amor, vejo casais nada a ver se formando. Pessoas que estão desesperadas pra namorar se encontram e começam um relacionamento pra preencher um vazio deixado por outro alguém. Sim, normalmente essas pessoas foram rejeitadas antes. E aí quando aparecer qualquer um com perspectiva de ser um novo amor, a outra já ta lá..amando de novo…
Acho que todo mundo que acompanha meu blog sabe da minha história com meu “dito-cujo”. Tivemos um relacionamento complicado de idas e vindas 1 ano antes de começarmos a namorar de fato. E nas idas dele, surgiram novos pretendentes. E eu poderia ter tentado. Mas eu não queria. Eu só queria ele. Outra pessoa não serviria. Dessa vez não.
Só me apaixonei assim antes, duas vezes na minha vida. Uma vez quando tinha 14 anos e outra quando tinha 16. O dos 16 durou até os 26. Não em relacionamento de fato. Mas na minha cabeça e no meu coração. Tive dois namorados sérios, dentre outros namoricos. E esse amor adolescente não saiu da minha cabeça um só dia da minha vida. Isso porque fui fraca. Eu gostava dele, mas a insegurança era tanta e o fato dele ser difícil demais, me fez desistir. E busquei o que queria dele, em outros. E por mais que tenha sido bom meus dois relacionamentos, quando eu via o outro, me tremia toda. E eu vivia pensando SE eu tivesse com o outro…
Os quatro anos que eu passei solteira me fizeram aprender muita coisa. Uma das coisas é que jamais eu namoraria de novo por namorar. Só namoraria quando estivesse amando – e sendo correspondida – por “àquela pessoa”. Caso eu gostasse e não fosse correspondida, ficaria só o tempo que fosse até encontrar outro “àquela pessoa”. Novamente, aprendi com os meninos que podemos nos divertir com algumas pessoas, mas amar é uma só….e não é qualquer uma..é “àquela”. E aprendi que nunca mais iria substituir uma pessoa por outra. Já disse e repito: ninguém é substituível. Cada um é único e ninguém é capaz de substituir. Ponto. Nunca mais eu iria começar um relacionamento gostando de outro. E partindo desse princípio, fechei minhas portas pra qualquer intruso que tentasse invadir meu coração ocupado. Ocupado pelo meu dito-cujo. E tinha que ser ele. Não podia ser outro. Cheguei sim a desistir muitas vezes e tentar esquecer. Mas o universo conspirou a nosso favor e não tivemos como escapar.
Onde eu quero chegar, é que se você gosta de alguém, não desista desse alguém. Não caia na besteira que um amor só se esquece com outro. Se for pra esquecer, que seja naturalmente. Mas nunca, nunca comece um relacionamento com algo mal resolvido no seu coração. Isso nunca vai dar certo. E agora, finalmente eu estou com “àquela pessoa”. A pessoa que meu coração escolheu. Não temos o poder de manipular nossos corações. Apenas obedecê-lo. Esse é o segredo. Se eu estou hoje com “àquela pessoa”, foi porque eu fiz exatamente o que ele – meu coração – mandou. Quem lê isso, pode até imaginar que fiz planos mirabolantes pra prender meu namorado. Mas muito pelo contrário, só fiz o que meu humilde coração mandou. Fui fiel ao que senti. Segui minha intuição.
O medo de ser rejeitado faz com que ocultemos nossos sentimentos e acabamos fingindo que não estamos nem aí. Foi o que eu fiz quando eu tinha 16 anos. De tanto fingir que não queria, que botava pra fuder, que não tava nem aí, passei 10 anos da minha vida frustrada com meu coração mal resolvido. Mas pra que servem as experiencias senão pra nos ensinar a não repetir os mesmos erros? E dessa vez, fiz exatamente o contrário. Falei tudo que eu sentia, nunca escondi que gostava mesmo, mandei a razão pra puta que pariu e hoje sou a mulher mais feliz do mundo.
Ao contrário de mim, vejo minhas amigas sendo trocadas simplesmente por não falarem o que sentem. O cara não tem bola de cristal e não tem como investir em uma pessoa que na cabeça dele, não tá nem aí pra ele. Aí vem outra cheia de amor pra dar e leva quem era pra ser seu! E o destino onde fica nessa história? Fica de lado quando se trata de livre-arbítrio. Por mais que tenhamos um traçado à nossa existência, nada será mais forte que nossas vontades. Que nossas escolhas. Somos livres pra escolher. E se você escolheu omitir seus sentimentos e fingir que não quer, assim será. Foi feita sua escolha e vc acaba de deixar pra trás o que poderia ser seu destino. Por isso, devemos ser verdadeiros em todos os momentos. Porque se depois de seguir seu coração, sua intuição e nada der certo como você esperava…aí sim. Pode encher a boca pra dizer “não era pra ser”. Mas se você lutou contra sua intuição e resolveu seguir sua razão….a escolha foi SUA e ninguém, nem mesmo o destino, será responsável por isso.
Conclusão: não esconda seus sentimentos, siga sua intuição e não aceite qualquer pessoa como prêmio de consolação. Só aceite quem seu coração mandar. E se precisar, espere o tempo que for pra ter “àquela pessoa”.

Beijos e acho que hoje me estendi um pouquinho…rs


P.S.: Post dedicado à uma amiga minha que ela sabe quem eh! ;)


P.S.2: "E hoje eu te amo..não vou negar, que outra pessoa..não servirá..tem que ser você, sem porque, sem pra que, tem que ser voce...sem ser necessário entender.."

9 comentários:

izabele disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
izabele disse...

Falou tudo, me senti ai nesse texto rs...
Tem que ser "aquela pessoa" se não for não faz o mesmo "sentido". Outra pessoa não servirá...tem que ser vc [2]

Um restinho de semana maravilhoso Bruninha
Fica com Deus

=*

Tuanny Dias disse...

Eita texto grande mas me ajudou muitão,cê nem tem ideia.

Tem q ser vc sem pq nem pra quê [lalala]

Boo acho bom vc começar a cobrar pelas consultas! huahua

Beijos e adoro vc,fk com Deus!

Anônimo disse...

Estranho, meu namorado acaba de me deixar em casa, hoje -pela primeira vez- ele olhou pra mim e disse que me amava. Eu fiquei sem saber o que falar, dei um sorriso e o-beijei. Depois pensei; -será mesmo que eu to preparada pra um namoro? -será que eu amo ele mesmo?.
Entrei na internet e a primeira coisa que eu vim ler foi o blog. E agora eu fiquei mais tranquila em relação ao meu sentimento.

Obrigada Bruna..

£uh Oliveira disse...

Bru,mais um texto fodá de suas experiências...
Não adianta,quando tem que é pra ser,acontece e pronto!=)

Bru,o email que você colocou no 1° post tá certo?
Não consigo mandar,volta!=/

Bjs

Rebecca disse...

Ai ai.. aquela pessoa!
Eu não sei se é para sempre, mas o importante é eu querer que seja para sempre! Isso é o essencial.

Nunca quis casar, mas também não queria ficar sozinha.. namorar pela vida toda, quem sabe? kkkkkkkk
Mas hojee vejo que tudo aquilo era falta de amor, pq quem ama de todo coração, quer viver junto, acordar e dormir agarradinhos.. Isso sim é amor!

Faz a gente se sentir tão bem, né?

Por isso, te amo BöO.
Nunca quis te dizer isso enquanto era assessora, para não soar falso, com ar de puxa saquismo. Mas agora que vc é apenas VC, posso te falar isso!
Amo como uma pessoa ama sua mlhor amiga, ama sua mãee, ama aquele artista que não conhece mas admira.
Obrigada por existir, por escrever coisas lindas, e por tocar meu coração.


Um beijo!

Rebecca disse...

Te mandei um e-mail.. se receber me dá um ok, mesmo que não responda naquele momento? Estou curiosa para saber se chegou! Por favor, faz isso por mim.

Um beijo!

Jéss Aline disse...

Ola querida, adorei seu post, viu...muito lindo e concordo com vc em tudo!!
=))
O problema é quando "aquela pessoa" tem namorada...ai infelizmente agente precisa eskecer...mas é assim mesmo ne...quem sabe la na frente!!
==)
Vou te seguir...da uma olhada no meu cantinho, se gostar me segue tb!!

P.S. assim...é legal o q vc escreve e tal...so axei um pouco longo, que tal ser mais objetiva, mas com essas mesmas palavras lindas q vc escreveu!!??
bjokasss!!

Anônimo disse...

Acabei de mandar um e-mail pro homem que amo dizendo do meu amor por ele, escancarando o meu coração, e logo que abri a outra página da internet veio esse blog com esse comentário. Será uma confirmação que não devo desistir dele? rsrsrs
Bjus